Sábado, 1 de Dezembro de 2012

free your mind

 

292485_345452388872944_110496393_n_large

 

Não gosto da ideia da perfeição e as palavras "tudo", "nada", "sempre" e "nunca", para mim, são demasiado ilusórias.

Odeio quem me acaba de conhecer e já me diz um "amo-te". Abomino pessoas simpáticas demais, que fingem sentimentos, que fazem elogios forçados e as palavras que proferem, tão aparentemente inocentes, têm significados ocultos. Detesto drama e choradeiras infernais somente para chamar a atenção, vitimizando-se por tudo e por nada e, de certa forma, tenho pena das pessoas que dão atenção a isto. Também não gosto de indivíduos que tratam desrespeitosamente e indelicadamente os outros. A palavra preconceito faz-me impressão e não consigo perceber o porquê das pessoas viverem somente das aparências, sem se questionarem do mundo à sua volta.

Detesto falsidade, mentiras, hipocrisia e de línguas sujas e repugnantes que levam à propagação rápida de pandemias e começo a achar, cada vez mais que, certas pessoas, deixam de parte os costumes, as tradições e, acima de tudo, os valores, dando prioridade à rotina, ao cómodo e ao facilitismo.

E, o mais triste disto tudo, é que o nosso futuro está dependente destas pessoas mas mantenho uma esperança que ocorrerá uma mudança! Não quero o mundo perfeito mas queria um lugar sem tantas discrepâncias, mais estável e desejava, acima de tudo o resto, que as pessoas vissem a beleza que predomina no mundo é nas coisas mais básicas e simples e se refletirmos, chegamos à conclusão, que a chave da felicidade, do amor e do sucesso não vem do sítio onde vivemos mas sim do modo como encaramos tudo à nossa volta!

publicado por InêsGonzalez às 22:06
link do post | comentar | ver comentários (87) | favorito (8)

profile follow me* TUMBLR

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. free your mind

. true.

. QUAL É O TEU PROBLEMA!? (...